-->

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Vulnerabilidade Stack Clash em sistemas Unix, Linux e Solaris

Vulnerabilidade Stack Clash

A empresa de segurança Qualys anunciou que descobriu uma nova vulnerabilidade que afeta sistema Unix e Linux, batizada de Stack Clash.

Trata-se de uma vulnerabilidade no sistema de gerenciamento de memória de diversos sistemas operacionais, incluindo o Linux, OpenBSD, FreeBSD e o Solaris, tanto em plataformas 32 e 64 bits.

O Stack Clash pode ser explorado por invasores para realizar a execução de códigos arbitrários ao corromper a memória do sistema.

Os pesquisadores da Qualys desenvolveram sete exploits após descobrir a vulnerabilidade, além de sete provas de conceito (PoC), e então trabalharam em conjunto com fabricantese desenvolvedores para criar patches de correção para os sistemas.

Como o Stack Clash opera

De acordo com os pesquisadores, "cada programa executado em um computador usa uma região de memória especial chamada de Pilha (stack). Esta região de memória é especial porque ela cresce automaticamente quando o programa precisa de mais memória de pilha. Porém, se ela crescer demais e chegar muito próxima de outra região de memória, o programa pode confundir a pilha com a outra região de memória. Um invasor então pode explorar essa confusão para sobrescrever a pilha com a outra região de memória, ou o inverso".

Como se proteger contra o Stack Clash

A maneira mais fácil e segura de proteger seu sistema é atualizá-lo, como de praxe. A empresa de segurança tem trabalhado com os fornecedores afetados desde o início de maio, e hoje, patches e atualizações já estão disponíveis.

Fonte: Blog da Qualys


quinta-feira, 22 de junho de 2017

Cheat Sheet - atalhos de teclado do shell bash
 

Atalhos do Shell Bash - Cheat sheet

Por Fábio dos Reis

O shell Bash é, sem dúvidas, o mais comum e utilizado em ambientes Linux e Unix. Por conta disso, o domínio de sua utilização é muito importante para que o administrador do sistema, ou mesmo usuário comum, possa trabalhar com eficiência e alta performance.

Neste artigo trazemos uma série de atalhos de teclado do bash, que permitem ao usuário operar com muito mais facilidade e agilidade em uma série de tarefas triviais e também complexas.

Edição na linha de comandos:


Ctrl + a
Voltar para o início da linha de comandos

Ctrl + e
Ir para o final da linha de comandos

Ctrl + k
Apagar caracteres a partir da posição do cursor até o final da linha de comandos

Ctrl + u
Apagar caracteres a partir da posição do cursor até o início da linha de comandos

Ctrl + w
Apagar caracteres a partir da posição do cursor até o início da palavra - apaga uma palavra

Ctrl + y
Cola uma palavra ou texto que foi recortada usando um atalho de exclusão após o cursor

Ctrl + xx
Mover o cursor entre o início da lnha de comandos e a posição atual dele, ida e volta.

Alt + b
Mover o cursor uma palavra para trás (direção do início da linha de comandos), ou ir para o início da palavra onde o cursor está posicionado atualmente.

Alt + f
Mover o cursor uma palavra para frente (direção do final da linha de comandos), ou ir para o final da palavra onde o cursor está posicionado atualmente.

Alt + d
Exclui os caracteres até o final da palavra, iniciando na posição atual do cursor, o que significa a palavra inteira se o cursor estiver no início da palavra

Alt + c
Capitalizar (tornar maiúscula) o caractere onde o cursor está posicionado, e mover o cursor para o final da palavra.

Alt + u
Colocar os caracteres em caixa alta (maiúsculas) a partir da posição do cursor até o final da palavra

Alt + l
Colocar os caracteres em caixa baixa (minúsculas) a partir da posição do cursor até o final da palavra

Alt + t
Trocar a palavra atual com a anterior

Ctrl + f
Mover o cursor um caractere adiante

Ctrl + b
Mover o cursor um caractere para trás

Ctrl + d
Apaga o caractere sob o cursor

Ctrl + h
Apaga o caractere anterior á posição do cursor

Ctrl + t
Troca o caractere sob o cursor com o caractere anterior a ele

Trabalhando com o histórico:


Ctrl + r
Procurar os comandos anteriores do histórico (busca reversa)

Ctrl + g
Sair do modo de busca do histórico

Ctrl + p
Mostra o comando anterior no histórico (volta no histórico) -> similar à seta para cima

Ctrl + n
Mostra o comando posterior no histórico (avança no histórico) -> similar à seta para baixo

Alt + .
Usar a última palavra do comando anterior

Controle de comandos:


Ctrl + l
Limpa a tela

Ctrl + s
Interrompe a saída na tela, para comandos que exibem saída verbosa muito longa.

Ctrl + q
Permite a saída na tela, caso tenha sido interrompida com Ctrl + s

Ctrl + c
Finaliza o comando em execução atualmente

Ctrl + z
Suspende ou interrompe a execução do comando

Comandos Bang do Bash (reexecução de comandos):


!!
Executa novamente o último comando

!xyz
Executa novamente o comando mais recente que se inicia com os caracteres 'xyz'

!xyz:p
Mostra o comando que !xyz iria rodar (mas sem execuá-lo), adicionando-o ao final da lista de comandos do histórico.

!$
Usar a última palavra do comando anterior (o mesmo que Alt + .)

!$:p
Mostra a palavra que a sequência !$ iria substituir, mas sem executar o comando.

Quer aprender muito mais sobre o shell bash? Assista ao curso de Shell Scripting da Bóson Treinamentos em Tecnologia:


É isso aí! Até a próxima!
 Instalação do Joomla - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web no Linux Ubuntu

Instalação do Joomla - Sistema de Gerenciamento de Conteúdo Web no Linux Ubuntu

Por Fábio dos Reis

Neste vídeo vamos mostrar como obter e instalar o sistema de gerenciamento de conteúdo web Joomla, no Ubuntu Linux:



Anterior: Como Instalar LAMP e phpMyAdmin no Linux Ubuntu

Próximo: Como instalar o Webmin - Interface Web para gerenciamento do sistema no Linux


Como Instalar LAMP e phpMyAdmin no Linux Ubuntu 12.10

Como Instalar LAMP e phpMyAdmin no Linux Ubuntu 12.10

Por Fábio dos Reis

Neste vídeo vamos ensinar a baixar e instalar a pilha LAMP no Ubuntu Linux.

LAMP é um pacote de software para desenvolvimento web que inclui o servidor web Apache, banco de dados MySQL e a linguagem de programação PHP, rodando no Linux.


Anterior: Como resetar senhas de usuários esquecidas (incluindo root) no Linux Ubuntu



Como resetar senhas de usuários esquecidas (incluindo root) no Linux Ubuntu

Como resetar senhas de usuários esquecidas (incluindo root) no Linux Ubuntu

Por Fábio dos Reis

Neste vídeo vamos mostrar os procedimentos necessários para resetar senhas de usuários esquecidas ou perdidas, incluindo do usuário administrador root em sistemas Ubuntu Linux



Anterior: Configurar servidor de arquivos com SAMBA no Ubuntu Linux - 02




Configurar servidor de arquivos com SAMBA no Ubuntu Linux

Servidor de Arquivos com Samba no Linux Ubuntu - Parte 02

Por Fábio dos Reis

Nesta segunda parte de nosso tutorial sobre servidor SAMBA, continuamos a configuração do servidor de arquivos no Ubuntu Linux, e realizamos alguns testes com ele.



Anterior: Configurar servidor de arquivos com SAMBA no Ubuntu Linux - 01



Configurar servidor de arquivos com SAMBA no Ubuntu Linux

Servidor de Arquivos com Samba no Linux Ubuntu - Parte 01

Por Fábio dos Reis

Nesta primeira parte do tutorial, vamos mostrar como criar e configurar um servidor de arquivos usando SAMBA em uma máquina com Ubuntu Linux



Anterior: Como instalar plugins e codecs para multimídia no Ubuntu Linux



Como instalar plugins e codecs de mídia no Ubuntu Linux

33 - Instalação de Plugins e Codecs para multimídia (MP3, AVI, etc.) no Ubuntu Linux

Por Fábio dos Reis

Neste vídeo vamos mostrar como realizar a instalação de plugins e codecs para multimídia no Ubuntu Linux, de modo a permitir a execução de arquivos de mídia, com músicas em MP3 e vídeos em AVI e outros formatos.



Anterior: Como instalar o Skype no Ubuntu Linux



terça-feira, 20 de junho de 2017

ransomware erebus ataca servidores linux

Pesquisadores de segurança da empresa Trend Micro descobriram recentemente um malware que tem um grande potencial para infectar servidores baseados em Linux. O malware, chamado de Erebus, já é responsável por sequestrar 153 redes baseadas em Linux de uma empresa de hospedagem de sites sul-coreana chamada NAYANA.

O que é o Erebus

O Erebus é um ransomware capaz de infectar sistemas operacionais Linux. Por conta disso, cerca de 3.400 clientes da NAYANA foram afetados devido ao ataque com bancos de dados, sites e outros arquivos sendo criptografados.

Esse ataque ocorreu no dia 10 de junho último (2017). Até o momento, a NAYANA ainda não recebeu as chaves para decifrar seus arquivos, apesar de terem pago já três partes do resgate. A quarta parte, que deveria ser a última parcela, ainda não foi paga. No entanto, de acordo com NAYANA, os atacantes disseram que iriam fornecer a chave após três pagamentos terem sido realizados.

De acordo com o relatório da Trend Micro, o Erebus foi originalmente descoberto em setembro de 2016. Na época, o malware não era tão prejudicial e estava sendo distribuído por meio de propagandas contendo malware. Uma vez que o usuário clicava nesses anúncios, o ransomware era ativado da maneira usual.

A versão inicial do Erebus afetava apenas 423 tipos de arquivos, usando o algoritmo de criptografia RSA-2048, criptografando os arquivos com a extensão .encrypt. Além disso, essa variante estava usando uma série de sites na Coréia do Sul como um centro de comando e controle.

Alguns meses mais tarde, em fevereiro de 2017, o malware evoluiu, pois agora tinha a capacidade de trespassar o Controle de Conta de Usuário (UAC) do sistema operacional Windows.

Agora, no entanto, o Erebus obteve não somente a capacidade de contornar o UAC do Windows, mas também a de afetar redes inteiras que são são baseadas no sistema operacional Linux.

O ransomware para Linux, apesar de ser um pouco inferior à variante que ataca o Windows, ainda é potente o suficiente para causar danos em grande escala. Isso ocorre porque uma série de organizações e datacenters usam o Linux, e sequestrar esses sistemas pode causar uma grande catástrofe digital.

Como se proteger contra o Erebus

Para evitar que ocorram problemas graves, os funcionários e empresas de tecnologia que operam redes baseadas em Linux precisam tomar algumas precauções sérias. O principal manter os servidores atualizados com o mais recente software de firmware e anti-vírus, além das atualizações comuns do sistema operacional.

Além disso, é sempre muito importante manter um backup de seus arquivos importantes em dois ou até mesmo três locais separados. Também é recomendado evitar a instalação de programas de terceiros desconhecidos, pois estes podem atuar como potenciais gateways para infecção por malware.

Finalmente, os administradores de TI devem monitorar continuamente o tráfego que passa pela rede e procurar quaisquer anomalias, identificando eventuais inconsistências nos logs de eventos do sistema - e agindo imediatamente se algo suspeito for encontrado.

Fonte: Relatório da Trend Micro



Instalação do Skype no Ubuntu Linux

32 - Como instalar o Skype no Ubuntu Linux 13.04

Neste vídeo vamos mostrar como efetuar a instalação do Skype no Ubuntu Linux:


Anterior: Instalação do ambiente gráfico Cinnamon no Ubuntu Linux

Próximo: Como instalar plugins e codecs para multimídia no Ubuntu Linux


Como instalar o ambiente gráfico Cinnamon no Ubuntu Linux

31 - Instalação da interface gráfica Cinnamon no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar os procedimentos para a instalação do ambiente gráfico Cinnamon no Ubuntu Linux.


Anterior: Instalação do ambiente gráfico GNOME 3 (GUI) no Ubuntu Linux

Próximo: Como instalar o Skype no Ubuntu Linux


domingo, 18 de junho de 2017

 Instalação do ambiente gráfico GNOME 3 (GUI) no Ubuntu Linux

30 - Instalação do GNOME 3 (GUI) no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar os procedimentos para a instalação do ambiente gráfico GNOME 3 em um computador com Ubuntu Linux e interface Unity.


Anterior: Como configurar um Servidor FTP básico no Ubuntu Linux

Próximo: Como instalar o ambiente gráfico Cinnamon no Ubuntu Linux



Como configurar um Servidor FTP básico no Ubuntu Linux

29 - Servidor FTP básico no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos ensinar a configurar um servidor FTP básico no Ubuntu Linux, para a transferência de arquivos na rede.


Anterior: Backup e Restauração de Arquivos e Pastas com Dèja-Dup no Ubuntu Linux

Próximo: Instalação do ambiente gráfico GNOME 3 no Ubuntu Linux



Backup e Restauração de Arquivos e Pastas com Dèja-Dup no Ubuntu Linux

28 - Backup e Restauração de Arquivos e Pastas com Dèja-Dup no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar como trabalhar com o utilitário Dèja-Dup para realizar o backup e a restauração de arquivos e diretórios no Ubuntu Linux.




Anterior: GParted - Gerenciamento de partições e formatação via GUI no Ubuntu Linux

Próximo: Como configurar um servidor FTP básico no Ubuntu Linux


Paticionamento e formatação de discos com GParted no Linux Ubuntu

27 - GParted - Gerenciamento de partições e formatação de discos via GUI no Ubuntu Linux


Neste vídeo vamos apresentar o utilitário GParted, que permite efetuar o gerenciamento de partições no Linux, incluindo particionamento e formatação de discos em diversos sistemas de arquivos diferentes.



Anterior: FSTAB - Ponto de Montagem permanente para Sistemas de Arquivos no Ubuntu

Próximo: Backup e restauração de arquivos e pastas com Dèja-Dup no Ubuntu Linux


quinta-feira, 15 de junho de 2017

Configurar ponto de montagem permanente com arquivo fstab no Ubuntu Linux


26 - FSTAB - Ponto de Montagem permanente para Sistemas de Arquivos no Ubuntu


Neste vídeo vamos mostrar os procedimentos para configurar ponto de montagem permanente para partições formatadas, por meio do arquivo fstab no Ubuntu Linux



Anterior: Particionamento, Formatação e Montagem de Discos no Ubuntu Linux

Próximo: Utilitário GParted - Gerenciamento e formatação de partições via GUI no Linux


Particionamento, formatação e montagem de discos no Ubuntu Linux
 

25 - Particionamento, Formatação e Montagem de Discos no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar os procedimentos para realizar o particionamento, a formataçaõ e a montagem de discos rígidos no Linux Ubuntu.




Anterior: Como criptografar Volumes e Pastas com EncFS no Ubuntu Linux

Próximo: Arquivo fstab - Configurando ponto de montagem permanente no Linux


Como criptografar volumes e pastas com EncFS no Ubuntu Linux
 

24 - Como criptografar Volumes e Pastas com EncFS no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar como criptografar volumes e pastas por meio do utilitário EncFS no Ubuntu Linux



Anterior: Como bloquear o Ping usando o firewall do Linux Ubuntu UFW via arquivo de configuração

Próximo:Particionamento, Formatação e Montagem de discos no Ubuntu Linux

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Como bloquear o ping no Ubuntu Linux usando o firewall UFW e arquivo de configuração

23 - Como bloquear o Ping usando o firewall do Linux Ubuntu UFW via arquivo de configuração

Neste vídeo vamos mostrar como usar o firewall UFW para bloquear mensagens de ping (ICMP) no Ubuntu Linux, por meio de um arquivo de configuração.


Anterior: Firewall GUFW - Interface Gráfica para o UFW no Ubuntu Linux

Próximo: Como criptografar volumes e pastas com EncFS no Ubuntu Linux


GUFW - Interface gráfica para o firewall UFW no Linux Ubuntu

22 - Firewall GUFW - Interface Gráfica para o UFW no Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar como instalar e usar o GUFW, uma interface gráfica para o firewall UFW no Linux Ubuntu.


Anterior: Configurar Firewall UFW No Linux Ubuntu - Parte 2 - Configurações Intermediárias

Próximo: Como bloquear o ping no Ubuntu usando o firewall UFW e arquivo de configuração


Como configurar o firewall UFW no ubuntu Linux - parte 02

21 - Como configurar o Firewall UFW no Linux Ubuntu - parte 2 - configurações intermediárias

Neste vídeo continuamos a realizar as configurações no firewall UFW do Ubuntu Linux, trazendo opções intermediárias de ajustes do software.



Anterior: Configurar Firewall UFW no Linux Ubuntu - parte 01

Próximo: Firewall GUFW - Interface gráfica para o firewall UFW no Ubuntu Linux


Como configurar o firewall UFW no Linux Ubuntu - 01

20 - Configurar Firewall UFW no Ubuntu Linux - parte 01

Neste vídeo vamos mostrar a configuração inicial do firewall UFW no Linux Ubuntu, para bloqueio e liberação de tráfego de rede na máquina.



Anterior: Criar e excluir pastas pelo terminal e pela interface gráfica no Ubuntu

Próximo: Configurar Firewall UFW no Ubuntu Linux - parte 02


Como adicionar e apagar pastas no ubuntu Linux pelo terminal e GUI

14 - Criar e Excluir Pastas via Terminal e GUI no Ubuntu Linux 12.10

Neste vídeo vamos mostrar como criar pastas (diretórios) no Ubuntu linux, tanto pela linha de comandos no Terminal, quanto pela interface gráfica.


Anterior: Estrutura do Sistema de Arquivos no Ubuntu e comando tree

Próximo: Configurar firewall UFW no Linux Ubuntu - Parte 01


segunda-feira, 12 de junho de 2017

Sistema de arquivos no Linux Ubuntu e o comando tree

19 - Estrutura do Sistema de Arquivos no Ubuntu Linux e comando tree


Neste vídeo vamos apresentar a estrutura do sistema de arquivos no Linux Ubuntu, mostrando a relação entre os principais diretórios do sistema, e sua visualização por meio do comando tree no terminal.


Anterior: Como usar e personalizar o terminal no Ubuntu Linux

Próximo: Configurar o Firewall UFW no Ubuntu Linux - Parte 01


Como personalizar e usar o terminal do Linux Ubuntu

18 - Como usar e personalizar o terminal no Linux Ubuntu


Neste vídeo vamos mostrar como personalizar o Terminal do Ubuntu Linux, além de ensinar seu uso básico:


Anterior: Gerenciamento das listas de repositórios e atualizações do Linux Ubuntu

Próximo: Estrutura do Sistema de Arquivos do Ubuntu Linux e o comando tree


Gerenciando listas de repositórios e atualização do sistema no Linux Ubuntu

17 - Gerenciar Listas de Repositórios e Atualizações do Sistema Ubuntu Linux 12.10


Neste vídeo vamos mostrar como efetuar o gerenciamento das listas de repositórios do sistema, assim como realizar atualizações no Linux Ubuntu


Anterior: Como verificar as configurações de hardware da máquina com sysinfo e lspci

Próximo: Como usar e personalizar o Terminal no Linux Ubuntu


Visualizar configurações de hardware com sysinfo e lspci no Linux

16 - Verificar Configurações do hardware do Sistema no Linux Ubuntu com Sysinfo e lspci


Neste vídeo vamos mostrar como é possível visualizar as configurações de hardware de uma máquina que esteja executando o Linux Ubuntu, por meio dos utilitários sysinfo e lspci.


Anterior: Como gravar CDs e DVDs no Ubuntu com o aplicativo Brasero

Próximo: Gerenciar listas de Repositórios e Atualizações do sistema


Gravando CD e DVD com Brasero no Linux Ubuntu

15 - Como gravar CDs e DVDs no Ubuntu Linux com o software Brasero


Neste vídeo vamos apresentar o aplicativo Brasero, que é utilizado para gravar CDs e DVDs no Linux Ubuntu (e outras distribuições também)



Anterior: Adicionar e remover aplicativos no lançador do Ubuntu

Próximo: Verificar Configurações do hardware do sistema com Sysinfo e lspci


domingo, 11 de junho de 2017

Hackers exploram vulnerabilidade SambaCry no Linux para minerar criptomoedas

Hackers estão usando a falha "SambaCry" para invadir sistemas Linux

De acordo com pesquisadores da Kaspersky Labs, um grupo desconhecido de hackers começou a seqüestrar PCs que rodam o sistema operacional Linux apenas uma semana após a falha do Samba ter sido divulgada publicamente, para instalar uma versão atualizada do "CPUminer", que é um software para mineração de criptomoedas, que minera a moeda digital "Monero".

O comprometimento das máquinas vulneráveis por meio da vulnerabilidade do SambaCry é realizado por meio da inserção de dois componentes nos sistemas visados:


  • INAebsGB.so - Um shell reverso cuja função é fornecer acesso remoto aos atacantes.
  • CblRWuoCc.so - Este é um backdoor que inclui os utilitários de mineração de criptografia - no caso, o CPUminer.


Ainda de acordo com os pesquisadores:

"Através do shell reverso implantado no sistema, os atacantes podem mudar a configuração de um software de mineração que já esteja em execução, ou ainda infectar o computador da vítima com outros tipos de malware".

Minerar criptomoedas é um processo extremamente custoso, pois exige uma enorme quantidade de poder computacional e de processamento, mas esses malwares de mineração tornam muito mais fácil para os cibercriminosos, permitindo que eles utilizem os recursos computacionais dos sistemas comprometidos de modo a obter lucro.

O ataque parece ser bastante lucrativo, pois de acordo com os pesquisadores, os atacantes ganharam cerca de 1 XMR (em torno de US$ 55,00 de acordo com a taxa de câmbio no dia 08/06/17) durante o primeiro dia, e durante a última semana eles ganharam cerca de 5 XMR por dia.
Isso totaliza 98 XMR, que valem hoje cerca de US$ 5.380,00 (mais de R$ 16.000,00), e essa quantia cresce sem parar com o aumento no número de sistemas Linux infectados.

O problema no Samba já foi corrigido por seus mantenedores nas novas versões do software,  4.6.4 / 4.5.10 / 4.4.14, e incentivam ao administradores de sistemas que ainda usam uma versão vulnerável do Samba a instalar o patch de correção o mais rápido possível.


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Cavalo de tróia dvmap infecta dispositivos Android

Malware de rooteamento Dvmap infecta dispositivos Android

Pesquisadores de segurança da Kaspersky Lab descobriram no Play Store oficial um novo malware de rooteamento de Android que possui a capacidade de desativar as configurações de segurança do dispositivo para que seja possível executar tarefas mal-intencionadas em segundo plano.

O aplicativo é sofisticado o bastante para enganar o mecanismo de segurança do Google, primeiro fingindo ser um aplicativo seguro e então o substituindo temporariamente por uma versão maliciosa.

Esse malware se esconde atrás de um jogo de quebra-cabeça chamado "colourblock", o qual foi  baixado pelo menos 50.000 vezes antes da sua remoção.

O malware, batizado de "Dvmap", desabilita as configurações de segurança do dispositivo para instalar outro aplicativo mal-intencionado de uma fonte de terceiros, e também injeta código mal-intencionado nas bibliotecas de tempo de execução do sistema (runtime) do dispositivo para obter acesso root e então permanecer persistente.

De acordo com os pesquisadores:
"Para ignorar as verificações de segurança do Google Play Store, os criadores de malware usaram um método muito interessante: eles carregaram um aplicativo limpo na loja no final de março de 2017 e, em seguida, o atualizaram com uma versão maliciosa por um curto período de tempo".

Como se proteger contra o malware Dvmap

Os pesquisadores ainda estão testando o malware do Dvmap, mas, de qualquer forma, os usuários que instalaram o jogo de quebra-cabeças Colourblock são aconselhados  a fazer backup dos dados do dispositivo e executar um reset completo dos dados de fábrica, para eliminar o malware.

Para evitar que você seja alvo desse tipo de ameaça, fique sempre atento a aplicativos suspeitos, mesmo se fizer o download da Google Play Store, e tente sempre baixar apenas apps de fornecedores confiáveis. Além disso, verifique sempre a seção de comentários que são deixados por outros usuários que baixaram e usaram o app.

Além disso, sempre verifique as permissões antes de instalar qualquer aplicativo e dê somente permissões que realmente sejam necessárias para o uso que o aplicativo fará delas.

Fonte: The Hacker News

Como adicionar e remover aplicativos no lançador do Unity, no Linux Ubuntu

13 - Adicionar e Remover Aplicativos no Lançador do Ubuntu Linux

Neste vídeo vamos mostrar como adicionar e remover atalhos para aplicativos no Lançador do Ubuntu Linux (usando o ambiente gráfico Unity).


Anterior: Alterar permissões de acesso a arquivos e pastas no Ubuntu Linux

Próximo: como gravar CDs e DVDs no Ubuntu Linux com o Brasero


Como modificar permissões de acesso a arquivos e diretórios no Ubuntu Linux

12 - Permissões de Arquivo e Pasta no Linux Ubuntu, via GUI

Neste tutorial em vídeo, vamos mostrar como alterar as permissões de acesso a arquivos e pastas (diretórios) no Ubuntu Linux, por meio da interface gráfica do sistema.


Anterior: Como configurar a Rede no Linux Ubuntu

Próximo: Adicionar e remover aplicativos no Lançador do Ubuntu Linux


Como configurar a rede no Ubuntu Linux

11 - Configurar a Rede no Linux Ubuntu

Neste vídeo vamos mostrar como configurar a rede no Linux Ubuntu, via interface gráfica, incluindo configuração manual de IP, o uso do DHCP, máscara de sub-rede e gateway padrão.


Anterior: Configurações de Energia no Linux Ubuntu

Próximo: Alterar permissões de arquivo e pasta no Ubuntu, via interface gráfica

Configurações de energia no Ubuntu Linux

10 - Configurações de Energia no Linux Ubuntu 12.10

Neste vídeo vamos mostrar como alterar as configurações de energia no linux Ubuntu, por meio da central de configurações do sistema:


Anterior:Configurar o som no Ubuntu Linux

Próximo: Como configurar a Rede no Ubuntu Linux


Como configurar o som no Ubuntu Linux

9 - Configurar Som no Linux Ubuntu 12.10

Neste vídeo vamos mostrar as configurações de som no Linux Ubuntu, usando a central de configurações do sistema (via interface gráfica)



Anterior: Como configurar o mouse e touchpad no Ubuntu

Próximo: Configurações de Energia no Linux Ubuntu



Como configurar o mouse e touchpad no Linux ubuntu

8 - Configurar Mouse e Touchpad no Linux Ubuntu 12.10

Neste vídeo vamos mostrar o procedimento para a configuração do mouse e do touchpad (para notebooks) no Ubuntu Linux, usando a central de configurações (GUI).



Anterior:Configurar Brilho e Bloqueio de Tela no Ubuntu Linux

Próximo: Configurar o Som no Ubuntu

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Como configurar o brilho e bloqueio de telas no Linux Ubuntu


7 - Configurar Brilho e Bloqueio de Telas no Ubuntu Linux 12.10

Neste vídeo vamos mostrar o procedimento simples para modificar o nível de brilho e alterar a configuração de bloqueio de telas no Linux Ubuntu, via GUI.



Anterior: Como configurar a aparência, plano de fundo e lançador no Ubuntu

Próximo: Como configurar o Mouse e Touchpad no Ubuntu Linux
Configurar a aparência, o plano de fundo e o lançador no ubuntu Linux


6 - Configurar Aparência, Plano de Fundo e Lançador no Ubuntu Linux 12.10

Nesta vídeo vamos mostrar como efetuar  a configuração da aparência, do plano de fundo (área de trabalho) e do lançador no Ubuntu Linux.


Anterior: Configuração de aplicativos padrão e do comportamento de mídias removíveis

Próximo: Como configurar o Brilho e o Bloqueio de Telas no Ubuntu Linux

Aplicativos padrão e mídias removíveis no Ubuntu Linux


5 - Configurar Aplicativos Padrão e Comportamento de Mídias - Linux Ubuntu



Anterior: Como configurar data, hora e fuso horário no Ubuntu Linux

Próximo: Configurar a aparência, plano de fundo e o lançador no Ubuntu

Configurar data, hora e fuso horário no Linux Ubuntu

4 - Configuração de Data, Hora e Fuso Horário no Ubuntu 12.10 via GUI

Neste vídeo vamos mostrar como configurar a data, a hora e o fuso horário do sistema no Ubuntu Linux, usando a interface gráfica do sistema.




Anterior: Como gerenciar usuários via interface gráfica no Ubuntu Linux

Próximo: Configuração de aplicativos padrão e comportamento de mídias removíveis

Gerenciar usuários na interface gráfica do Ubuntu Linux

3 - Gerenciando Usuários no Linux Ubuntu 12.10 via GUI

Neste vídeo vamos mostrar como efetuar o gerenciamento de usuários por meio da interface gráfica, no Ubuntu Linux.

Serão abordadas as tarefas de criação, alteração e exclusão de usuários e grupos no sistema.




Anterior: Como instalar pacotes no Ubuntu Linux via GUI e terminal

Próximo: Configurando Data, Hora e Fuso Horário no Ubuntu Linux

Seguir por email

Posts mais Populares

Arquivo do Blog

Categorias

Seguidores do Google+

Fábio dos Reis. Tecnologia do Blogger.

Qual sua distribuição Linux preferida?

Total de visualizações de página